Esporte fatura o Campeonato dos Servidores

22/10/2013

O secretário de Esporte e ex-jogador profissional Luís Gustavo foi o artilheiro do Campeonato

A bola rolou no último sábado, 19, no Estádio Municipal, com a presença da prefeita Conceição Rabha, do vice Leandro Silva e alguns secretários de governo, além de servidores que compareceram para prestigiar a última rodada do Campeonato Angrense de Futebol dos Servidores Públicos Municipais. Neste ano, quem ficou com o titulo foi a Secretaria Esporte e Lazer.

O time venceu o grupo da Defesa Civil/Procuradoria por 2 a 1, com gols, no primeiro e segundo tempo, do ponta Gustavo, para o Esporte. A Defesa Civil descontou no segundo tempo, com o atacante Nilson. A rodada dupla teve a disputa do terceiro lugar na preliminar, entre a secretarias de Administração/ Fazenda/ Vigilância x Secretaria Saúde, que terminou com o placar de 5 x 1 para o combinado da Administração.

Na arquibancada, uma inesperada visita animou os flamenguistas de plantão. O ex-jogador Nunes assistiu ao último jogo acompanhando o subsecretário de Estado de Interior, Edilson Silva que também integrante do elenco da peça que foi apresentada à noite na Fita, Plantão de Notícias.

Ao final do torneio, a prefeita parabenizou a todos e falou sobre a importância da integração entre os servidores e do espírito de união que eles passam para a população. Para Conceição, a maior surpresa foi a quebra de tabu.

- Hoje ficou comprovado aqui que nem sempre os mais jovens têm um melhor condicionamento físico – brincou a prefeita.

O vice-prefeito Leandro Silva também ressaltou a importância da integração das secretarias e, parabenizando a todos, disse esperar que no próximo campeonato mais times sejam formados.

A premiação (troféus e medalhas) foi entregue pela prefeita Conceição Rabha, pelo vice Leandro Silva, pelos Secretários de Obras, Jefferson Decache, de Pesca e Aquicultura, Júlio Magno, e Defesa Civil, Marco Antônio de Oliveira, além dos visitantes Edilson Silva e Nunes

Os prêmios especiais do campeonato ficaram para Marcelo, o goleiro menos vazado, e para Gustavo, o artilheiro, com oito gols. O inesperado prêmio do bola murcha foi para Finho, que recebeu do secretário de Esporte uma bola de futebol vazia com dedicatória.