Prefeitura discute ações para melhorias na Banqueta

Bairro deve receber mais de mil famílias contempladas pelo Minha Casa, Minha Vida. Escolas, postos de saúde e estradas serão construídos

Sexta-Feira, 02/02/2018 | Superintendência de Comunicação

Na manhã desta quinta-feira, 1º de fevereiro, secretários municipais e membros da Associação de Moradores da Banqueta se reuniram no Salão Nobre da Prefeitura de Angra para discutir questões sobre a infraestrutura do bairro. Por ser contemplada pelo programa federal “Minha Casa, Minha Vida”, a Banqueta receberá cerca de 1,5 mil novas famílias e com isso, aumenta a necessidade de melhorias no local.
A presidente da Associação, Maria da Conceição, diz que há grande demanda por serviços, e solicitou que pelo menos uma parte dos trabalhos seja feita antes que as novas famílias se desloquem para a Banqueta: “As melhorias precisam chegar antes que as pessoas se mudem para o bairro. Precisamos de estradas, escolas, unidades de saúde. Não sou contra a chegada de novas pessoas, mas precisamos ter estrutura para todos.” – explica Conceição.
O novo secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Cláudio Sírio, explica a importância de receber a Associação de Moradores para discutir ações: “Já temos algumas questões definidas e que serão possíveis resolver. O processo para construção de escolas, postos de saúde e melhoria de acesso está em franca evolução.” – esclarece o secretário.
Apesar das exigências da Associação de Moradores da Banqueta, há um consenso de que a falta de planejamento do governo anterior para implantar o programa federal gerou problemas que se estendem aos dias de hoje. Contudo o secretário Cláudio Sírio diz que isso não serve como desculpa: “Essa é uma dificuldade que herdamos e nós estamos resolvendo. A estruturação do bairro Banqueta para o ‘Minha Casa, Minha Vida’ é uma prioridade para o governo Fernando Jordão.”