Angra terá sistema moderno de iluminação pública

Dentro de 60 dias, três empresas apresentarão estudos com modelos de iluminação para a cidade

Quarta-Feira, 09/05/2018 | Superintendência de Comunicação .

O sistema de iluminação pública do município de Angra dos Reis será modernizado. A Prefeitura de Angra, por meio do Conselho Gestor de Parcerias Público-Privadas (CGPPP), divulgou no Boletim Oficial desta terça-feira, 8, o chamamento público de estudos para melhor modelagem de iluminação.
Três empresas foram autorizadas a apresentar o documento: o Consórcio P4 Concessões e Consultoria Eireli-EPP, o Consórcio IP Brasil e o Consórcio Neptuno, que terão 60 dias para entregá-lo.
Após este prazo, os estudos seguem para a avaliação da Comissão de Análise de Projetos, que vai determinar o melhor modelo para Angra dos Reis. Com a definição, o passo seguinte será a realização de uma audiência pública para que o estudo seja apresentado a toda sociedade.
- Este novo modelo prevê um sistema inteligente de gestão de iluminação, dentro do conceito de Cidades Inteligentes, que está sendo implantado em Angra dos Reis. Vale lembrar que estes estudos serão pagos pela empresa que ganhar o certame licitatório de implantação da iluminação pública – explicou o secretário executivo de Planejamento e Gestão Estratégica, acrescentando:
- É importante também frisar que os estudos deverão incluir iluminação dos monumentos históricos e culturais públicos e iluminação temporária para eventos tradicionais da cidade – destacou.
A modernização do sistema de iluminação pública, que hoje tem a cidade de Belo Horizonte como referência, apresenta diversos benefícios, entre eles eficiência energética, com uma redução de 50% no consumo de energia de iluminação pública dos municípios e aumento da vida útil das lâmpadas, que serão de LED; economia; atenção ao meio ambiente, com a redução de emissão de CO²; qualidade de vida, com redução da poluição luminosa e iluminação de qualidade em espaços públicos e a segurança.
- Esse sistema inteligente permitirá um tempo de resposta e manutenção bem mais rápido e isso, com certeza, será um grande benefício para a segurança – finalizou o secretário.