Prefeitura promove ações de saúde e cultura no Frade

A mobilização foi realizada nesta quarta-feira (10) pela equipe do Programa Comunidades de Angra

Quinta-Feira, 11/10/2018 | Superintendência de Comunicação .

O Programa Comunidades de Angra (PCA), desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, programou uma série de atividades de políticas públicas, nas áreas de saúde, cultura e lazer, para o bairro do Frade nesta quarta-feira (10). Algumas delas, porém, não puderam ser realizadas e outras foram desmobilizadas devido ao cenário de violência que assolou o bairro.
Apesar disso, muitas pessoas compareceram à praça principal do bairro e participaram de uma ação alusiva ao Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama. A população ainda recebeu atendimento de saúde bucal, aferição de pressão arterial e glicose, com a equipe da Secretaria de Saúde. O Departamento de Parques e Jardins ofereceu oficinas de terrário, quadro vivo, jardim vertical, vasos ornamentais e cachepôs.
O caminhão do projeto “Saúde Pertinho de Você” também marcou presença e ofereceu aos moradores exames de mamografia, ecocardiograma, ultrassonografia, densitometria óssea e raio-x digital, para quatro localidades neste mês. O público-alvo do projeto são pacientes referenciados pelas unidades de saúde, que já estão na fila aguardando a realização de exames. Segundo a Secretaria de Saúde, muitos pacientes que estavam agendados não compareceram e os atendimentos foram remarcados. Em contrapartida, muitos encaixes de exames foram realizados. Ao todo, foram realizadas 33 ultrassonografias (abdômen, transvaginal e mama), 19 densitometrias ósseas e 44 mamografias.
A equipe do Programa Comunidades de Angra (PCA) explicou que o objetivo do evento foi aproximar a comunidade do setor público, por isso foi aplicado no bairro um questionário para identificar os principais anseios dos moradores.
- O objetivo foi interagir com a comunidade do Frade para captar a real demanda de serviços que o poder público municipal pode oferecer, dessa forma empoderar os cidadãos no compartilhamento da gestão – explicou o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade.