Assinada a ordem de serviço para obras na Caixa D’Água

Quadra esportiva e centro comunitário da comunidade serão reformados

Quinta-Feira, 18/10/2018 | Superintendência de Comunicação .

A Prefeitura de Angra, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, via Programa Comunidades de Angra (PCA), assinou na manhã desta quinta-feira (18) a ordem de serviço para a reforma da quadra e do centro comunitário da comunidade do Morro da Caixa D´Água.
A ação aconteceu na Rua Britaldo Barbosa e contou com a participação de secretários do governo, da primeira dama do município, de uma vereadora da Câmara Municipal, e moradores da comunidade.
Segundo o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, a expectativa é de que até o final do ano a obra esteja finalizada.
- A revitalização da quadra e do centro comunitário foi uma das prioridades que os moradores apresentaram ao Programa Comunidades de Angra. Esperamos que estas obras contribuam com a transformação da sociedade, com mais oportunidades para os jovens e todos os moradores – comentou o secretário.
Os moradores marcaram presença e demonstraram satisfação com o atendimento de suas reivindicações.
- Esta obra irá trazer muitos benefícios para a comunidade, principalmente para as crianças e jovens que necessitam de uma área de lazer, pois eles poderão aprender o caminho certo com o esporte - destacou o morador Benedito Nascimento de Souza.
A primeira dama representou o prefeito, que estava em outro compromisso, e destacou a diversidade de atividades que serão disponibilizadas aos moradores após o termino da obra.
- É um momento muito importante, pois a obra irá trazer as crianças, jovens, mulheres e até mesmo as nossas queridas da 3ª idade para um local de lazer. Todos poderão aproveitar este espaço, com esporte na quadra, o descanso na praça, os projetos culturais e até mesmo as comemorações que serão realizadas no espaço comunitário – finalizou.
As obras vão incluir reforma da quadra de esporte, com reparo no piso para correção de irregularidade; recuperação do telhado; revisão geral da parte elétrica, revitalização das dependências do salão comunitário e construção de um muro com oito fundações em concreto armado.