Chuvas causam 21 ocorrências sem vítimas em Angra

Três residências foram interditadas, sendo duas por deslizamento de terra

Terça-Feira, 27/11/2018 | Superintendência de Comunicação .

Em 24 horas, entre domingo (25) e segunda-feira (26), choveu em Angra dos Reis cerca 46% do previsto para todo o mês: 320 milímetros. Mas, apesar da grande quantidade de chuva, a situação do município está sob controle, segundo a Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil da Prefeitura de Angra.
A Defesa Civil orienta que a população tome cuidado para não disseminar notícias falsas nas redes sociais. Em caso de dúvidas, os moradores devem entrar em contato com a instituição pelos telefones 199 e (24) 3365-4588.
Outra orientação é que 100% da população se cadastre para receber os SMSs da Defesa Civil. Qualquer pessoa pode solicitar o recebimento das informações mandando uma mensagem de texto, com o CEP de sua residência, para o número 40199.
- As pessoas podem não morar em áreas de risco, mas podem estar transitando pelos locais. Por isso, é tão importante se manter informado – frisou o secretário executivo de Proteção e Defesa Civil, estacando que a população tem atendido às orientações, fato que tem protegido vidas e evitado muitos prejuízos.

Dados da Defesa Civil:
- 30 bairros que receberam SMS de evacuação permanecem com o alarme ativo. Os moradores que residem em áreas de deslizamento ou alagamento só devem voltar para suas residências após o recebimento do SMS de desmobilização.
- Houve em Angra 21 ocorrências sem vítimas, dentre elas a interdição de três residências, sendo duas por deslizamento de encostas, nos bairros da Monsuaba e do Frade.
- Um abrigo foi aberto no Parque Mambucaba. O local recebeu, ontem à noite, quatro famílias, que tiveram suas casas alagadas. Hoje pela manhã elas voltaram para suas moradias.
- Os avisos da Defesa Civil começaram a ser disparados por SMS no domingo às 17h40, com aviso de possibilidade de chuva forte. Às 22h40, foi enviado um alerta sobre os altos índices pluviométricos. Os alarmes de evacuação dos bairros foram disparados entre as 2h40 e às 9h desta segunda (26).