Formação para monitores de educação especial

O encontro aconteceu sexta-feira (12), no Centro Cultural Teophilo Massad

Terça-Feira, 16/04/2019 | Superintendência de Comunicação .

A Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Educação, via Departamento de Diversidade e Inclusão, realizou sexta-feira (12), na sala de vídeo do Centro Cultural Theophilo Massad, uma formação inicial para os monitores de educação especial contratados por prazo determinado que atenderão os estudantes com deficiência e transtorno do espectro autista da rede municipal de ensino.
Foram abordadas questões teóricas, práticas e legais sobre as atribuições da função, bem como o público-alvo do atendimento e conhecimentos básicos das deficiências (transtorno do espectro autista, múltiplas deficiências e graves comprometimentos mentais).
De acordo com a Secretaria de Educação, promover a formação específica e continuada é implementar a Lei 13.146/15, que descreve o monitor de educação especial como o “profissional de apoio escolar: pessoa que exerce atividades de alimentação, higiene e locomoção do estudante com deficiência e atua em todas as atividades escolares nas quais se fizer necessária, em todos os níveis e modalidades de ensino, em instituições públicas e privadas, excluídas as técnicas ou os procedimentos identificados com profissões legalmente estabelecidas”.
Atualmente, a rede municipal de ensino atende a 126 alunos com deficiência. Para isso conta com 67 monitores de educação especial, sendo 31 servidores efetivos e 36 contratados por prazo determinado. Estão incluídos nesse número os novos aprovados e contratados no processo seletivo 001/2018. Já foram convocados 81 candidatos e agora a Secretaria de Educação aguarda a efetivação da contratação de 26 candidatos.