Alunos iniciam ano letivo de volta à Alexina Lowndes

Enquanto a Prefeitura construía um muro de contenção na unidade, os estudantes estavam na Escola Júlio César Larangeira

Segunda-Feira, 10/02/2020 | Superintendência de Comunicação .

O ano letivo na Rede Municipal de Educação de Angra dos Reis começou nesta segunda-feira (10) para mais de 22 mil alunos, em quase 80 escolas. Mas, para os 305 alunos, do 5º ao 9º ano, da Escola Municipal Alexina Lowndes, no Bonfim, foi um momento mais do que especial, pois marcou o retorno à unidade escolar.
Desde abril do ano passado, os estudantes estavam assistindo às aulas na Escola Municipal Júlio César Larangeira, no Parque das Palmeiras. Durante este período, a Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria Executiva de Obras, realizou intervenções no muro de contenção localizado na lateral da escola do Bonfim, que sofreu rachaduras devido às fortes chuvas do fim de março.
- Fizemos, emergencialmente, um novo muro de contenção na escola, avaliado em R$ 1 milhão. Agora, vamos iniciar um complemento, fora da emergência, que é a colocação de alambrado, pintura do piso, para fazermos uma quadra para atender os alunos da unidade – informou o secretário-executivo de Obras.
Acompanhado da equipe das secretarias de Educação e Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, o prefeito esteve na escola para acompanhar a finalização das obras e conversar com os profissionais e alunos. “Fiquei feliz por ver a encosta toda pronta neste primeiro dia do ano letivo da nossa rede. A escola ficou linda, do jeito que os nossos alunos merecem”.
A diretora da Alexina Lowndes disse estar emocionada. “Hoje é um dia especial, porque voltamos para casa. Estamos iniciando o ano letivo com nossos alunos, professores e funcionários felizes”.
Quem também fez questão de parabenizar a Prefeitura de Angra pelo trabalho realizado foi a presidente da Associação de Moradores do Bonfim, Cristina Santana.
- Eu estudei aqui, um filho estuda na escola e minha filha futuramente vai estudar na Alexina. Essa é uma escola de referência, todos querem vaga aqui, por isso essa obra é tão importante. Não posso deixar de prestar uma homenagem aqui a uma diretora que marcou a história desta escola, a Dona Evanda, que faleceu há poucos dias – ressaltou.

ESCOLAS REFORMADAS
A secretária de Educação ressaltou que o ano letivo de 2020 começou com inúmeras escolas reformadas.
- Foram mais de 20 escolas que nós reformamos no período de recesso. Muitos alunos chegaram num espaço arrumado, pintado, todo preparado para eles. Nós continuamos esse trabalho, em parceria com o Serviço Público e a secretaria de Obras, para dar conta de nossas 77 escolas – informou.
Escolas municipais reformadas: Alexina Lowndes (Bonfim); Cecília Mara Edileus Vieira (Grataú); Aurea Pires da Gama (Santa Rita); Sylvio de Castro Galindo (Camorim); Francisco Xavier Botelho (Lambicada); Francisco Pereira Rocha (Morro da Cruz); Prof. Francisco de A. Oliveira Diniz (Bracuí); Gal. Silvestre Travassos (Araçatiba); João Carolino dos Remédios (Morro da Glória 2); Júlio César Larangeira (Parque das Palmeiras); Frei Fernando Geurtse (Marinas); Nova Perequê (Parque Mambucaba); Mauro Sérgio da Cunha (Campo Belo); Diniz Marques de Souza (Parque Mambucaba); Frei João Moreira (Enseada); Benedito dos Santos Barbosa (Monsuaba); Cornelis Verolme (Jacuecanga); Câmara Torres (Portogalo); Cemei Monteiro Lobato (Vila Nova) e Cemei Vilton Eurico (Jacuecanga).