Angra vai contar com sede da Polícia Rodoviária Federal

Instalação da delegacia, no Camorim, é uma das ações previstas em acordo de cooperação técnica entre a PRF e a Prefeitura

Sexta-Feira, 15/05/2020 | Superintendência de Comunicação .

Com a previsão da sede provisória ficar pronta em dois meses, até que a construção de um espaço próprio da União seja efetuada, a delegacia da Polícia Rodoviária Federal vai se transformar numa realidade por meio de um acordo de cooperação técnica entre a Superintendência da Polícia Rodoviária Federal do Rio de Janeiro e a Prefeitura de Angra dos Reis.

– A delegacia provisória ficará no Camorim, às margens da rodovia. Esperamos entregar a obra de adaptação do prédio locado em dois meses. O acordo assinado entre a Prefeitura e a PRF vale por tempo indeterminado, mas o aluguel do espaço inicial será por dois anos – declara o secretário municipal de Segurança Pública.


Além da sede provisória da PRF na cidade, o acordo, assinado no dia 15 de abril e publicado no Diário Oficial da União no dia 20 do mesmo mês, também vai oferecer outras ações em prol do município.

– A PRF está fortalecendo a presença institucional na região da Costa Verde do Rio de Janeiro, assim como intensificando as ações de combate ao crime e redução de acidentes no eixo da Rodovia Rio-Santos (BR-101). Angra dos Reis é estratégica na região, por aspectos geográficos, de segurança nacional (usina nuclear), econômicos e viários, entre outros, levando a instituição a instalar a nova delegacia no município, com a cooperação da prefeitura – explica o chefe da 3ª Delegacia PRF/RJ.

Intercâmbio e compartilhamento de informações, conhecimentos, metodologias, experiências e tecnologias, de interesse público, que possam ser úteis às ações de combate a organizações criminosas e de redução dos acidentes de trânsito, dentre outras ações, estão previstas no acordo. Também está incluída a realização de cursos de especialização e aperfeiçoamento profissional, de intercâmbio de treinandos e instrutores, de pesquisas, de seminários e de outros eventos de interesse comum.

– A sede em Angra possibilitará ao angrense resolver questões administrativas junto à PRF sem ter que se deslocar a Itaguaí. Na parte operacional, incidirá no aumento do patrulhamento, uma vez que o policiamento ordinário e extraordinário da rodovia partirá de Angra também para Mangaratiba e Paraty – diz o secretário municipal de Segurança Pública.

A alteração pretende também possibilitar uma melhoria no emprego dos efetivos administrativos e operacionais, tanto para os trechos da região da Costa Verde quanto para a Região Metropolitana, resultando em uma melhor prestação do serviço público para a sociedade fluminense.