Prefeitura cria patrulha agrícola mecanizada

Equipamentos adquiridos por contrato de repasse serão utilizados para manutenção das estradas vicinais e preparo do solo dos agricultores

Segunda-Feira, 22/06/2020 | Superintendência de Comunicação .

A Prefeitura de Angra, por meio de um projeto elaborado pelo corpo técnico da Secretaria Executiva de Agricultura, Aquicultura e Pesca, adquiriu diversos equipamentos que serão utilizados pela primeira patrulha agrícola mecanizada da história do município.

Os equipamentos foram adquiridos pelo Contrato de Repasse 853247/2017, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), no valor de aproximadamente R$ 1,3 milhões. O projeto custou aos cofres do Governo Municipal um valor aproximado de 13 mil Reais (1% do valor), e foi inserido no Portal de Convênios em Março de 2017.

– Esse foi um projeto que nós, assim que chegamos na secretaria, em março de 2017, elaboramos e também encaminhamos a Brasília, para o ministério, com uma participação forte do prefeito, que intercedeu ao ministro de Agricultura, Pecuária e Abastecimento da época, e conseguiu que o projeto fosse aprovado em tempo recorde, em novembro de 2017 – explica o secretário de Agricultura, Aquicultura e Pesca.

De acordo com o secretário de Agricultura, infelizmente, as amarras burocráticas da Caixa Econômica Federal atrasaram o andamento dos processos licitatórios – cada etapa dos processos é submetida ao crivo da Gerência Executiva de Governo (GIGOV) de Volta Redonda. Após quase dois anos de muita resiliência por parte da equipe do governo, a licitação dos equipamentos aconteceu,

– Na última semana foi liberado o uso de uma pá carregadeira, uma retroescavadeira, dois caminhões Ford 1519 e cinco implementos agrícolas para trator, restando autorização de uso do último item licitado, um trator agrícola, que recebeu autorização para pagamento na semana passada. Cabe ressaltar que cada equipamento só é pago após uma fiscalização rígida da Caixa Econômica Federal – lembra o secretário.

Os equipamentos serão utilizados para manutenção das estradas vicinais do município e para o preparo do solo dos agricultores familiares residentes na região, seguindo as orientações do corpo técnico da Secretaria Executiva de Agricultura, Aquicultura e Pesca.

– Cabe ressaltar que este governo foi o que mais investiu em equipamentos, criando uma ótima estrutura na Agricultura. Pegamos uma secretaria falida, aos pedaços, sem equipamentos. Entregaremos uma secretaria extremamente equipada, pronta para atender muito bem nossos agricultores – conclui o secretário.