Retorno do turismo dependerá do cenário da Covid-19 em Angra

Atividades turísticas estão previstas para voltar no dia 15 de agosto, mediante reavaliação da pandemia no município

Terça-Feira, 23/06/2020 | Superintendência de Comunicação .

Na última segunda-feira (22), representantes da Prefeitura de Angra e do trade turístico do município participaram de uma reunião no Centro de Estudos Ambientais (CEA), às 14h, com o objetivo de discutir o retorno das atividades turísticas na cidade.

Contando com vários representantes do setor turístico de Angra, o encontro também reuniu o secretário de Governo e Relações Institucionais – representando o prefeito –, o secretário de Desenvolvimento Econômico, o presidente da TurisAngra, o secretário-executivo da Ilha Grande e o presidente do Instituto Municipal do Ambiente de Angra dos Reis (Imaar).

Apesar de, em reunião anterior, o trade turístico ter sugerido a data de 1º de julho para o retorno das atividades da área, no encontro de ontem ficou decidido em comum acordo que o setor vai voltar a funcionar na data de 15 de agosto, baseando-se na análise da curva de contaminação do coronavírus em Angra e em dados relacionados à saúde no município, como a taxa de ocupação hospitalar referente à Covid-19, entre outros.

– Tudo vai depender dos números relacionados à saúde no município. Nesse período, vamos concluir o protocolo do turismo e divulgá-lo, criando vídeos que ajudem os meios turísticos quanto ao entendimento de como deverão lidar com a volta das atividades. De qualquer forma, o retorno será efetuado de maneira cuidadosa. Num primeiro momento, não pensamos em já retornar com as excursões que têm a cidade como destino, mas com o turismo para quem vem visitar a cidade de carro. Os empreendimentos vão assinar um termo declarando que estão de acordo com o protocolo do setor no município, entendendo que volta das atividades turísticas está sendo construída tanto pelo trade quanto pela prefeitura – explica o presidente da TurisAngra.

Existe a possibilidade de que a data de reabertura seja antecipada para 1º de agosto, mas isso vai depender de uma reavaliação minuciosa do cenário, marcada para 15 de julho. Se estiver tudo bem com os índices divulgados pela saúde do município na época, a antecipação poderá ser efetuada. Mas o que é mais certo é que o setor retorne à ativa no dia 15 de agosto.

A reunião também tratou de outras questões, com os participantes colocando em pauta questionamentos sobre o voucher único e o Sistema de Ordenamento da Ilha Grande, que o secretário-executivo da Ilha Grande está montando.

A prefeitura, por meio da TurisAngra, num trabalho conjunto com uma comissão formada por representantes de entidades do turismo, do Conselho Municipal de Turismo e das Secretarias de Desenvolvimento Econômico, da Ilha Grande e de Saúde – Vigilância Sanitária, está finalizando a criação de um protocolo de medidas com orientações para o trade turístico, formatado com as orientações da Vigilância Sanitária, segmentos do setor turístico do município e exemplos de outros destinos turísticos do Brasil e do mundo.

A TurisAngra está finalizando o protocolo de turismo do município, que ficará pronto até semana que vem. O curso da vigilância sanitária, voltado aos profissionais da área, também será organizado, na intenção de que o turismo em Angra dos Reis volte com segurança e responsabilidade.