ETE trata esgoto de até 10 mil habitantes

A Estação da Praia da Chácara atende os bairros do Balneário e Parque das Palmeiras

Terça-Feira, 24/11/2020 | Superintendência de Comunicação .

A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Praia da Chácara já entrou em funcionamento. Ela faz parte do sistema de esgotamento sanitário da sub-bacia G, englobando os bairros do Balneário e Parque das Palmeiras. Projetada para atender a 10 mil pessoas, atualmente opera tratando o esgoto de 6.600 habitantes. A ideia é futuramente ampliar a área de atuação da ETE e inserir ainda o Marinas e os morros mais próximos do Parque das Palmeiras.

A ETE tem um sistema de caixa de entrada com a finalidade de reter os sólidos e sujeiras que são jogados na rede. Em seguida há um processo de tratamento anaeróbico em que a colônia de bactérias alimenta-se das cargas orgânicas. Na sequência entra em um processo aeróbico que faz o tratamento final com novas colônias de bactérias. Com isso há uma redução de 96% da carga orgânica.

A ETE da Praia da Chácara conta com um sistema especial para evitar o mau cheiro. Um painel fotoelétrico faz a ignição para que seja acionada a queima de gases provenientes do tratamento. Uma pequena placa, do tamanho de uma folha A4, recebe luz solar e aciona o ignitor.

Os recursos para a construção da ETE vieram do governo federal e incluem ainda uma rede de seis quilômetros de extensão no Balneário e Parque das Palmeiras e mais 400 ligações domiciliares. A ETE é pré-moldada e toda em inox para garantir maior durabilidade devido à proximidade com o mar.

Outra ETE será construída, também na Praia da Chácara, desta vez para tratar o esgoto do Centro da cidade.

Secretarias relacionadas: SAAE