Prefeitura de Angra zela pelo patrimônio histórico

Secretários do governo visitaram os prédios e detectaram as ações necessárias para a conservação

Sexta-Feira, 05/03/2021 | Superintendência de Comunicação .

Angra dos Reis é uma cidade com 519 anos e possui muitos prédios históricos e a prefeitura está trabalhando para conservar e manter vivo este patrimônio. Com esta missão, na manhã de quinta-feira (4), os secretários de Cultura e Patrimônio, de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, e Serviço Público, estiveram nos prédios tombados pelo Iphan e Inepac, acompanhados da diretora de Patrimônio, que direcionou a visita.

O roteiro começou pelo Museu de Artes Sacras, passando pela Igreja da Matriz, Casa de Cultura Poeta Brasil dos Reis, Igreja de Santa Luzia, finalizando no Convento São Bernardino de Sena. O intuito foi reconhecer os problemas pontuais a serem resolvidos, como infiltrações, vazamentos, pinturas, capina e outros reparos necessários.

- As visitas aos nossos prédios históricos foram super importantes. No mesmo instante que visitávamos os locais, os secretários de Desenvolvimento Urbano e Serviços Públicos já deliberavam soluções imediatas. Algumas outras questões vão demorar mais um pouquinho em razão da complexidade da obra e também devido à burocracia do processo licitatório. Mas, tudo vai acontecer da melhor forma - disse o secretário-executivo de Cultura e Patrimônio.

Atendendo o pedido da Cultura, o secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade determinou que o tradicional relógio do Convento São Bernardino de Sena seja consertado para que volte a badalar de hora em hora.

- Isso faz parte da história de Angra dos Reis. Esse relógio e esse sino precisam voltar a funcionar - comentou.

Uma próxima visita ficou agendada para as secretarias acompanharem os reparos e as obras.