Casa do Agricultor

O município de Angra dos Reis localiza-se no litoral sul do Estado do Rio de Janeiro, na região denominada Baia da Ilha Grande e possui superfície territorial de 819 Km².

As áreas rurais do município se distribuem pelas diferentes bacias hidrográficas que se formam ao longo da costa pelos rios que descem em direção ao mar. Estas áreas mantêm importância econômica na produção agropecuária; importância ambiental em função de exercerem uma zona de transição entre ás áreas de proteção ambiental localizadas na Serra da Bocaina e as zonas urbanas próximas ao litoral; e importância social, em função de preservarem a cultura local e abrigarem os territórios indígena e quilombola.

Os principais cultivos do município são: a banana, com produção de 4.200 toneladas em 1.091 ha de área plantada; a mandioca, com 92 ha de área cultivada e produção de 572 toneladas; e o palmito pupunha com 1425 ha de área e produção de 312 toneladas; entre outros (Dados do ASPA 2011). O rebanho animal de grande porte é formado por 4.426 bovídeos e cerca de 2.000 equídeos.

A construção da “Casa do Agricultor”, um prédio público voltado para as diversas instituições representativas do setor, será fundamental para promover maior integração das ações entre os órgãos, facilitar a vida dos produtores rurais, reduzir custos do município, e melhorar as condições de trabalho e atendimento ao público.

A Subsecretaria de Agricultura é responsável pela manutenção 185km de estradas vicinais do município. Um serviço permanente de conservação se faz necessário para que se mantenha um bom acesso de veículos permitindo escoamento da produção, trânsito de moradores evitando assim, transtornos e prejuízos aos mesmos.

Os serviços de manutenção executados são limpeza e roçagem das margens; abertura dos canais e colocação de canaletas de drenagem de águas fluviais; corte, armazenamento e distribuição de saibro e brita corrida nas estradas; terraplanagem das estradas; canalização e manutenção de pequenos córregos que cortam as estradas; construção e manutenção de pontes e passarelas. Para que esses serviços sejam realizados com mais eficiência, o projeto propõe a aquisição de novas máquinas para recompor a patrulha mecanizada, visto que as atualmente utilizadas não são suficientes e estão desgastadas dificultando o serviço.

Ademais, a reestruturação do serviço e aquisição de um novo veículo permitirá dinamizar a ação dos técnicos que desenvolve em conjunto com as instituições abrigadas na “Casa do Agricultor” programas de estímulo a produção, comercialização e manutenção da sanidade vegetal e animal nas propriedades rurais do município.

Estas ações são fundamentais para fortalecer o setor rural do município e a melhor estratégia de conter o crescimento desordenado da cidade, que numa agricultura enfraquecida tem terreno fértil para sua expansão.

Metas

  • Adquirir máquinas para recompor a patrulha mecanizada;
  • Construir a “Casa do Agricultor” - Prédio em área pública destinado a reunir as instituições ligadas ao setor rural do município;
  • Equipar com móveis e equipamentos destinados a garantia do bom funcionamento das instalações.

Objetivo Geral

  • Construção de um prédio público, organizado em 3 módulos, reunindo as diversas organizações do setor;
  • Aquisição de mobílias, equipamentos e máquinas necessários ao seu funcionamento;
  • Melhorar a prestação de serviços através de assistência técnica aos agricultores, e manutenção das estradas vicinais do município.

Objetivo Específico

  • Reunir na casa do agricultor três módulos, sendo um primeiro módulo institucional com as diversas organizações do setor; um segundo módulo com áreas comuns de convivência formado por biblioteca, terraço, sala de reuniões e um terceiro módulo voltado para o trabalho de campo com os maquinários, depósito, oficina e sala para a equipe de campo;
  • Tornar presentes em um mesmo local os diferentes setores da Subsecretaria de Agricultura que atualmente encontra-se em diferentes lugares, promovendo assim maior otimização de recursos e organização dos serviços.
  • Integrar os diferentes setores da área rural facilitando a parceria institucional entre os diferentes órgãos;
  • Facilitar o acesso de produtores rurais e agricultores familiares às instituições do setor que estarão reunidas num mesmo local.
  • Otimizar as ações da Subsecretaria de Agricultura em função do reaparelhamento das estruturas e renovação das máquinas permitindo a melhoria e ampliação dos serviços prestados ao setor;
  • Melhoria das condições de trabalho dos servidores e das lideranças rurais que passarão a atuar em ambiente adequado e em condições de melhor atender as demandas do setor.