Boletim epidemiológico – 7 de janeiro

Novo coronavírus

Quinta-Feira, 07/01/2021 | Secretaria Executiva de Comunicação .

De 01 de janeiro de 2020 até às 16h desta quinta-feira (7 de janeiro), o município de Angra dos Reis apresentou 45.187 casos notificados. No momento, há 9.622 casos confirmados de coronavírus – 3.060 pacientes testaram positivo em exames feitos pelo Laboratório Central Noel Nutels (Lacen), com o apoio dos laboratórios da Unimed e do Hospital de Praia Brava, e 6.562 pelo teste rápido. Destes, 8.705 já estão recuperados. Há 282 mortes pela doença na cidade e sete óbitos continuam sob investigação.

Ao todo 825 casos foram descartados – exame de swab negativo para Covid-19 – e 34.740 permanecem suspeitos (síndromes gripais), sendo 1.442 em isolamento domiciliar e 33.298 já recuperados. Entende-se como casos recuperados aqueles que cumpriram o período de isolamento domiciliar de 14 dias e estão sem sintomas, conforme acompanhamento da equipe de monitoramento da Secretaria de Saúde.

No total, entre pacientes confirmados ou com suspeita de coronavírus, 73 pessoas estão internadas. O Centro de Referência para Covid-19 (Santa Casa), que passou a contar com 60 leitos ativos, atende a 51 pacientes no momento. O Hospital de Praia Brava, que oferece 15 leitos, está com todos os leitos ocupados. Ou seja, dos 75 leitos públicos do município, 66 estão ocupados, o que representa uma taxa de ocupação hospitalar municipal de 88%. No momento, sete pacientes estão internados na Unimed.

Entre os indígenas do município, há 204 casos confirmados. Destes, 202 já estão recuperados. Uma morte foi confirmada pela doença e, atualmente, há 10 casos suspeitos.

O Teste Rápido de COVID-19 é um exame capaz de detectar a presença de anticorpos (IgG e IgM) por meio da coleta de uma gota de sangue. O resultado fica disponível no intervalo de 10 a 20 minutos. Os novos casos confirmados apresentam clínica compatível com a doença, vínculo epidemiológico e Teste Rápido Positivo.
Os números apresentados são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, podem sofrer alterações. Um novo boletim, com dados atualizados, será divulgado amanhã (8).

A partir do Decreto Municipal Nº 11.625, de 21 de abril de 2020, fica obrigatório o uso de máscara pela população nos espaços abertos ao público, ou de uso coletivo, inclusive os comerciais. As demais medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde, como a higienização das mãos, a etiqueta respiratória e o distanciamento social, também devem ser seguidas.