Defesa Civil faz vistorias por todo o município

Duas casas foram atingidas e uma cratera constatada na RJ-155. Não há vítimas

Segunda-Feira, 10/01/2022 | Secretaria Executiva de Comunicação .

A equipe técnica da Defesa Civil de Angra iniciou a semana percorrendo todo o município e a RJ-155, que liga Angra a Barra Mansa, para avaliar o solo e encostas, depois da constante chuva que vem atingindo a região desde o início do ano.

De acordo com a Defesa Civil, duas casas foram parcialmente atingidas, de ontem (9) pra hoje (10), por blocos de rochas, nas localidades do Camorim Pequeno e no Morro da Caixa D‘Água (Centro). Não houve vítimas, somente danos materiais, sem a necessidade de remoção das famílias. Neste momento os imóveis estão sendo novamente vistoriados.

A área mais atingida foi a RJ-155, que amanheceu com uma cratera no meio de uma das pistas (entre o segundo e o terceiro túnel, sentido Angra x Lídice). Depois de várias interrupções no fluxo para a retirada de materiais deixados pela enxurrada, neste momento o trânsito está fluindo em meia pista. Neste trecho é importante a cautela dos motoristas, uma vez que o solo continua úmido e o tempo ainda instável.

Os trabalhos tem o apoio das equipes das Secretarias Executivas de Serviço público e de Ordem Pública e Mobilidade Urbana (Trânsito), além do Departamento de Estrada e Rodagem (DER).