Lançado o edital do Parque da Cidade

Projeto prevê modernização e desenvolvimento do turismo continental do município

Terça-Feira, 24/05/2022 | Secretaria Executiva de Comunicação .

Mais um grande passo para o início da parceria que será responsável pela implantação do Parque da Cidade foi dado na última quinta-feira, 19 de maio, com o lançamento do edital de licitação da concessão do Parque da Cidade (Parque Natural Municipal da Mata Atlântica). O projeto tem como órgão articulador a Secretaria de Planejamento e Parcerias e, como órgão responsável, o Instituto Municipal do Ambiente de Angra dos Reis (Imaar) e objetiva transformar o turismo terrestre da região central.

Viabilizado pela Concorrência Pública nº 002/2022 em Processo de nº 2022012310º, o edital decorre sobre a prestação de serviços que incluem a realização das obras, implantação, gestão, operação e manutenção do Parque da Cidade, sem prejuízo, na forma do contrato, da realização de outros investimentos e serviços obrigatórios pela futura concessionária. O documento pode ser acessado no B.O de nº 1499 no endereço: https://www.angra.rj.gov.br/boletim-oficial.asp?indexsigla=imp

Esse foi o passo mais recente para o processo de implantação do parque, depois da elaboração do seu Plano de Manejo e realização de Consulta e Audiência Pública. O próximo passo é o certame da concessão do Parque, que está marcado para 14 de julho, na B3. A empresa conveniada vencedora ficará responsável pela gestão do acesso, sede, pórtico e trilhas do parque.

O governo municipal recebeu um investimento de R$ 10 milhões, oriundos do Ministério do Turismo, para a construção da estrada de acesso ao parque, que será no Encruzo da Enseada e irá até a parte alta da cidade. Além da estrada, o município precisará também realizar uma obra para construção de estacionamento, feita com recursos municipais.

– O Parque irá modernizar e desenvolver a área do turismo continental. Tem o potencial para lojas, restaurantes, mirantes, hospedagens, trilhas, pistas de ciclismo, restaurante 360°, museu, anfiteatro, horto, trenó e teleférico. Serão exploradas as práticas de mountain bike, trekking, arvorismo, voo livre e escalada – destacou André Pimenta, Secretário de Planejamento e Parcerias.

O início para as obras da estrada já foi autorizado e homologado pela Caixa e encontra-se em processo de licitação, sob a tutela da Secretaria de Obras e Infraestrutura. Após o término dessas atividades, a concessionária irá assumir a operação e manutenção desses espaços e poderá realizar obras para estender a estrada.

– Por ano, a cidade possui um fluxo de 215 mil turistas e 49 transatlânticos com 2000 pessoas cada. É uma grande oportunidade para o turista que atracar em Angra ter mais opções de atividades turísticas e poder sair daqui muito mais satisfeito – frisou Fernando Jordão, Prefeito de Angra dos Reis.