Angra é líder na geração de empregos no Sul Fluminense

Entre abril e setembro, foram de 2,9 mil novos postos de trabalho

Terça-Feira, 01/11/2022 | Secretaria Executiva de Comunicação .

Pelo sexto mês consecutivo, Angra dos Reis é o município com o maior número de novos postos de trabalho ocupados na Região Sul Fluminense, à frente de cidades como Volta Redonda e Barra Mansa.

Entre abril e setembro deste ano, foram 2.904 novos postos ocupados, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho, divulgados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.

De acordo com o levantamento, 607 vagas foram preenchidas em abril, 684 em maio, 338 em junho; 418 postos ocupados em julho, 377 vagas em agosto e 480 em setembro. Somente em setembro, Angra gerou mais que o dobro de vagas preenchidas em Volta Redonda (233), segunda cidade no ranking na região.

Ainda de acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, os setores que mais empregaram neste período foram indústria, serviços e comércio.

- A expectativa é que esses números continuem aumentando devido aos empreendimentos previstos para o município, além de encomendas que estão em andamento na indústria naval. A Prefeitura está atuando ativamente e de forma constante para criar oportunidade de emprego e qualificação profissional para a população angrense – afirma o secretário de Governo e Relações Institucionais, Claudio Ferreti.

Segundo o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Aurélio Marques, existe um empenho grande para que esses novos postos de trabalho sejam ocupados por moradores de Angra.

- Por isso criamos, o site Banco de Talentos, uma ferramenta para empresas divulgarem suas vagas de trabalho, onde a população pode se cadastrar gratuitamente e concorrer às vagas disponibilizadas. Uma plataforma online onde o candidato se relaciona diretamente com a empresa, sem interferência política - explica.

Outro instrumento importante é a Escola de Talentos. Do início deste ano, até agora, foram ofertados para população mais de 700 vagas em cursos nas áreas de construção naval e civil, além de hotelaria, tecnologia, inovação e turismo.

- Nossa intenção é oportunizar para a população, formações de qualidade, com certificações reconhecidas, para que estejam qualificados para concorrerem ao mercado de trabalho – finaliza Aurélio Marques.